GRUB – Definindo um sistema padrão

    0
    15
    É muito comum ter mais de um sistema em nosso PC ou Notebook. Alguns usuários possui mais de uma distribuição linux, seja para testes ou para estudo, ou até mesmo o Windows.
    Não importa o motivo, o grub é muito flexivel e lhe proporciona flexibilidade de customizar e alterar de acordo com suas necessidades.
    Aqui no site já foi escrito como customizar o grub
    e agora será abordado como definir o sistema padrão na inicialização do grub.
    Abra o terminal e mãos-a-obra. Execute o comando abaixo como root:
    [grep ‘^menuentry’ /boot/grub/grub.cfg]

    O resultado vai depender de quantas distros ou sistemas esta instalado. Digamos que esta instalado o Debian, Arch, Fedora, Windows, séra exibido vários menuentry. No exemplo temos o debian e arch instalados:

    [menuentry ‘Debian GNU/Linux’ –class debian –class gnu-linux –class gnu –class os $menuentry_id_option ‘gnulinux-simple-fbf19305-eb4f-4096-a0c7-8be79a585de7’ {
     

    menuentry “Memory test (memtest86+)” {
     

    menuentry “Memory test (memtest86+, serial console 115200)” {
     

    menuentry “Memory test (memtest86+, experimental multiboot)” {
     

    menuentry ‘Arch (em /dev/sda5)’ –class gnu-linux –class gnu –class os $menuentry_id_option ‘osprober-gnulinux-simple-a5e6bfe9-1b3f-4107-9afd-155d468acd6f’ {]

    Caso não queira visualizar no terminal e acha mais confortável visualizar em algum editor gráfico, como o gedit por exemplo, direcione o resultado para um caminho e abra o arquivo. Segue abaixo um exemplo:

    [$ grep ‘^menuentry’ /boot/grub/grub.cfg >> ~/Área de trabalho/resultado_grub]

    No exemplo acima o resultado acima foi salvo na área de trabalho com o nome resultado_grub. Pode salvar o arquivo em qualquer diretório, com qualquer nome que desejar. Ou simplesmente visualize pelo terminal.

    Continuando, visualize todas as menuentry, e será exibido todos os sistemas instalados. Começe a contar do 0 (zero) seguidamente. No exemplo acima, o primeiro menuentry é “Debian GNU/Linux’ –class debian –class gnu-linux”, e ele é o 0 (zero). Seguidamente a contagem é 1, 2, 3, sendo o “Arch (em /dev/sda5)’ –class gnu-linux –class gnu” o menuentry número 5. Isto varia muito, depende da quantidade de distros que possui, e a contagem é manual OK?

    E onde entra isto no grub? Então, vamos editá-lo para tornar a distro padrão. Na edição abaixo esta sendo utilizado o editor nano, mas pode-se utilizar nano, gedit, vim e outro editor que desejar.

    [$ sudo nano /etc/default/grub ]

    Será exibido conforme abaixo:

    Agora a mágica acontece. Em GRUB_DEFAULT=saved, será editado pelo número que foi descrito acima, seguindo a sequência de menuentry. Conforme havia descrito a entrada poderia ser 0 para Debian ou 5 para Arch.  No exemplo acima esta definido como padrão Debian.  Salve o arquivo e depois execute o comando para atualizar as configurações efetuadas:

    [$ sudo update-grub]

    Agora é só reiniciar e validar as alterações feitas.

    Referência: Wiki GRUB